sexta-feira, 16 de junho de 2017

A genética não foi minha amiga (mas quem tem uma mãe tem tudo ;) )

A minha mãe sabe fazer malha. Crochet. Penteados maravilhosos nos cabelos da Ana. Fazer bainhas. Pregar botões. Trabalhar com trapilho. Cartonagem. Forrar com tecidos todos os objectos possíveis e imagináveis. Bricolage variada. Dá uns toques de costura. Fazer vestidos de Carnaval com sacos de lixo se for preciso. Pintar a miúda no Carnaval sem que pareça uma travesti. Fazer o melhor bolo de bolacha do Mundo. E salame. E bolinhas de côco. Decorar todas as canções infantis para ensinar à neta. Sabe fazer macramé. Trabalhar com madeira. Fazer bijuteria e laços para o cabelo da Ana. Desenhar bem. Pintar bem. 

Eu?

Foto de Liliana (Pólo Norte) Caridade.


Foto de Liliana (Pólo Norte) Caridade.


Eu sei fazer-lhe olhinhos de gato das botas do Shrek.


(O meu mural de espanta-espíritos hygge, feito pela minha mãe, é oficialmente o mais bonito do Mundo].

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...